A Rizoma nasceu para regenerar a saúde do planeta através da produção de alimentos.

Temos a missão de multiplicar sistemas agrícolas sustentáveis, começando pelo maior celeiro do mundo: o Brasil.

As monoculturas em larga escala, a utilização de insumos industriais na lavoura e a mecanização foram a base da produção de alimentos em países do mundo inteiro, durante anos a fio. Com a revolução verde, ganhamos escala, profissionalismo e agricultura de precisão. Mas, infelizmente, os impactos dos extremos deste modelo de agricultura são refletidos hoje em escala global.

O planeta está perdendo a sua biodiversidade em um ritmo alarmante. Cerca de 50% de toda a vida selvagem foi extinta nos últimos 40 anos. Esse e muitos outros indicadores ambientais - como emissão de gases de efeito estufa, desmatamento, empobrecimento do solo - apontam para uma atual crise global ambiental e alimentar, assim como para a necessidade de se investir em práticas agrícolas mais sustentáveis. A abundância de recursos naturais e os seus 280 milhões de hectares de área produtiva colocam o Brasil em uma posição privilegiada quando o assunto é agricultura regenerativa.

Dentro deste contexto, o país, considerado um dos maiores celeiros do mundo, apresenta elevado potencial para escalar sistemas integrados que regeneram a saúde da terra em meio a atividade agropecuária.

A Rizoma é uma empresa de produção agrícola regenerativa. Nos inspiramos na inteligência da natureza para desenvolver sistemas agrícolas integrados que produzem alimentos de forma eficiente, rentável e benéfica para o planeta. Essa forma de fazer agricultura promove a regeneração e a manutenção não apenas das plantações, mas de todo o sistema de produção alimentar, levando em consideração valores ambientais, econômicos, sociais e éticos.

Estamos a frente de uma nova revolução, a revolução marrom, aquela que vem do solo. A agricultura regenerativa foca em um cultivo mais eficiente e produtivo da terra, aproveitando e preservando toda a sua riqueza. Ao sequestrar maiores níveis de carbono da atmosfera e fixá-los no solo, aprimora o seu volume de matéria orgânica, a sua fertilidade, melhora a retenção de água e favorece a existência de trilhões de organismos que dão saúde e proteção às plantas e às suas raízes.

Solos bem tratados resultam em plantações cada vez mais robustas, produtivas e resistente à pragas, que reduzem ou até dispensam a utilização de aditivos químicos, dando origem a alimentos cada vez mais íntegros e diversos.

Frentes de atuação

Operação Agrícola

Nessa primeira fase da nossa operação, contamos com duas fazendas: Rizoma Zero (Fazenda da Toca) e Rizoma Um, ambas no estado de São Paulo. Com sistemas integrados de agrofloresta e silvipastoril intensivo já implantados, cultivamos principalmente limão biodinâmico, milho orgânico, soja não transgênica e pecuária.

FAZENDAS

Fundo de Investimentos

Somos movidos pela urgência das questões ambientais e por uma oportunidade de negócios disruptiva. A nossa missão é levar esse modelo de agricultura para a larga escala no Brasil, regenerando 1 milhão de hectares de terras no país. Em 2018, criamos um fundo de investimentos para atrair investidores brasileiros e internacionais que desejam investir em um negócio altamente rentável, de impacto ambiental e social.

P & D

Investimos na pesquisa e no desenvolvimento de práticas agroecológicas em escala comercial, além de participar ativamente na educação da próxima geração de agrônomos, silvicultores e fazendeiros. A nossa equipe trabalha de forma colaborativa para que os nossos sistemas sejam acessíveis às instituições acadêmicas e aos grandes e pequenos agricultores. Toda a inovação e a tecnologia desenvolvida pela Rizoma é aberta (open source) e está prontamente disponível para quem, como nós, quer regenerar a saúde do planeta através da produção de alimentos.